Posts made in novembro, 2016

Suco para ajuda com o problema das celulites

Suco para ajuda com o problema das celulites A celulite é um problema estético que ocorre mais comumente em mulheres (estima-se que cerca de 90% da população feminina sofre com esse mal). É uma alteração causada pelo acúmulo de gordura, água e toxinas nas células, fazendo com que elas fiquem muito cheias e endurecidas. O local fica com desníveis e nódulos, que são aqueles furinhos que se vê externamente, causando a famosa aparência de “casca de laranja”. É praticamente impossível eliminar esse problema por completo de todas as áreas do corpo, pois diante de qualquer descuido, a celulite pode voltar a se manifestar. Como sua principal causa é o excesso de gordura no tecido adiposo, uma má alimentação e a falta de exercícios físicos podem induzir o surgimento. Suco de abacaxi com gengibre: por que faz bem? A combinação do abacaxi com o gengibre forma um poderoso suco com capacidades antioxidantes, diuréticas e depurativas, que facilitam a eliminação de toxinas e diminuem a retenção de líquidos no organismo. Além do sabor refrescante, o suco acelera a restauração de tecidos danificados, melhorando a aparência de “casca de laranja”. O abacaxi é uma fruta que é rica em carboidratos, minerais como o magnésio, iodo, ferro, manganês e zinco, e vitaminas A, B e C. Além disso, possui muito poucas calorias. Já o gengibre possui ativos depurativos, antioxidantes, desintoxicantes e propriedades anti-inflamatórias, que em conjunção com o abacaxi, transforma-se num composto extremamente saudável. Como fazer? Corte duas fatias de abacaxi e retire o miolo. Leve esses pedaços ao liquidificador, junto com uma colher de sopa de gengibre ralado. Adicione um copo de água, bata tudo e beba em seguida. É aconselhável que se tome esse suco diariamente, de preferência em jejum. Outros benefícios Apesar de ser especialmente feito contra a celulite, esse suco ainda traz diversos benefícios, como: Melhora a circulação – Por ser depurativo e diurético, facilita a eliminação de substâncias tóxicas do sangue, melhorando também a circulação e agindo como anticoagulante natural. Melhora o sistema imunológico – As diversas propriedades desse suco impulsionam o sistema imunológico e auxilia na prevenção de doenças. Ajuda a perder peso – O abacaxi e o gengibre são populares pelas suas capacidades de perda de peso saudável. Os nutrientes estimulam a eliminação de resíduos do corpo, aumentam o metabolismo e ainda as fibras contidas no abacaxi, além de ampliar a sensação de saciedade. Melhora a digestão – As fibras e enzimas melhoram a digestão, previnem contra a prisão de ventre e evitam problemas intestinais. Anti-inflamatório – A junção do abacaxi com o gengibre, dois potentes anti-inflamatórios naturais, pode ajudar no tratamento de resfriados, artroses e gripes....

Leia Mais »

Alimentos mais eficazes para reduzir o colesterol sem medicação

Alimentos mais eficazes para reduzir o colesterol sem medicação Os alimentos que comemos tem um efeito enorme sobre nossos níveis de colesterol. Alguns alimentos podem aumentar o colesterol HDL (bom colesterol) enquanto outros ajudam diminuir o colesterol LDL (mau colesterol). Se você tem colesterol alto ou quer evitá-lo, você tem que prestar muita atenção aos alimentos que consome. Vários estudos mostram que uma das melhores formas de prevenir a doença cardiovascular é através da redução do colesterol ruim. Abaixo estão os alimentos que reduzem o colesterol para você adicionar em sua dieta e contribuir com a saúde do seu coração. Alimentos que baixam o colesterol Aveia Em sua composição reúne um conjunto de substâncias cujo efeito tem mostrado eficaz para reduzir as taxas de colesterol plasmático: gorduras insaturadas, avenasterol, fibra e lecitina. O avenasterol é um fitosterol com capacidade de diminuir a absorção de colesterol no intestino, assim como a lecitina. Cevada A cevada, e em partilhar a sua riqueza em um tipo de fibra solúvel, chamada betaglucana, têm se mostrado eficazes na redução do colesterol LDL, o mau colesterol. Leguminosas Alguns fitoquímicos das leguminosas são diretamente envolvidos na redução do colesterol. As lectinas, presentes nesses alimentos, favorecem o transporte de colesterol no sangue e no metabolismo, reduzindo assim o risco de acumulação sobre as paredes das artérias. As saponinas diminuem a absorção de colesterol no trato digestivo, e estão também presentes nas leguminosas. Alguns exemplos desses alimentos são: soja, grão de bico, feijão, feijão branco. Outros: alho, abacaxi, tomate, kiwi, amora, uva, repolho, cebola e cebolinha. Nozes As nozes são muito interessantes por sua contribuição de ácido alfalinolênico, que o corpo converte em ácidos graxos ômega 3 e também contém fitosteróis, ambos reconhecidos pelo seu papel na redução do colesterol ruim. Óleos vegetais Os óleos vegetais, principalmente o azeite de oliva, é rico em ácidos graxos monoinsaturados (ácido oleico), vitamina E e fitosteróis, todos os compostos com propriedades cardioprotetoras. Soja Em sua dieta para colesterol alto não pode faltar a soja. O consumo regular de soja como legume (ou óleo) fornece uma quantidade significativamente alta de ácido linoleico, lecitina e isoflavonas com efeitos benéficos para redução do mau colesterol. As isoflavonas, particularmente a genisteína, um dos mais abundantes na soja, exercem uma ação inibidora da agregação de plaquetas e atividade antioxidante em lipoproteínas de alta densidade (LDL), que ajuda a reduzir o colesterol do plasma. Peixes gordos Os peixes gordos têm em média cerca de dez gramas de gordura rica em ácidos graxos poliinsaturados da série ômega 3, como DHA (ácido docosahexaenóico) e EPA (eicosahexaenoico), conhecido pela sua capacidade de reduzir os triglicéridos no plasma, aumentar a vasodilatação arterial, reduzir o risco de trombose e a pressão arterial. Todos estes efeitos são postulados como protetores de doença cardiovascular. Abacate Estudos clínicos têm mostrado que incluir abacate na dieta, ajuda a reduzir os níveis de colesterol total. Embora a...

Leia Mais »

Alimentos para controlar a diabete

Alimentos para controlar a diabete Por conta da condição de saúde, homens e mulheres que apresentam diabetes precisam seguir uma rotina com determinadas restrições, afim de manter os níveis de açúcar no sangue ideais para o organismo. Exames anuais devem ser feitos para que a doença do tipo 1 ou 2 seja diagnosticada, porém, a prevenção é mais importante, evitando consumir doces em excesso, por exemplo. A dieta para diabéticos beneficia não apenas os indivíduos que apresentam a doença, assim como contribui para o emagrecimento de forma saudável, já que o regime é restrito em determinados alimentos e em quantidade de calorias. Com a rotina estabelecida, a perda de peso é conquistada. Dieta para diabéticos Com o regime, os alimentos ricos em gorduras saturadas devem ser evitados ao máximo, já que o consumo excessivo aumenta a quantidade de glicose no sangue, causando ou intensificando a diabetes, prejudicando a saúde como um todo, e contribuindo para o ganho de peso. São eles manteiga e margarina, sorvete, bolos e pães, carne vermelha de corte gordo, pele de frango, laticínios integrais, molhos industrializados, queijos amarelos, dentre outros. Mas nem tudo é proibição na dieta para diabéticos, alguns alimentos devem ser consumidos para que o nível de glicose seja mantido e para que o emagrecimento seja possível. Os cereais integrais, verduras, legumes, e frutas, proporcionam saciedade, estimulam o trabalho positivo do organismo, e são recomendações de todos os especialistas. Os leites desnatados são ótimos aliados desse regime, já que contam com baixo teor de gordura, ajudam na manutenção do cálcio, são fontes de proteínas magras, e são ótimas combinações com as frutas. Falando nelas, as frutas ricas em águas são as mais indicadas para qualquer regime restritivo, como melancias, peras, melões, maça, e muitas outras. Os queijos brancos também contam com baixo teor de gordura, prefira o queijo cottage e o ricota, que contam com poucas calorias. Os alimentos integrais (assim como as fibras) proporcionam saciedade prolongada, ajudam no trânsito intestinal, diminuem a sensação de inchaço, reduzem a retenção hídrica, e contribuem para a perda de peso de forma saudável. Consuma alimentos positivos, ou seja, os que contêm calorias que não são transformadas em gorduras no corpo. O morango é um exemplo de fruta rico em frutose, mas que proporciona maior gasto que consumo calórico. Confira algumas Dicas O hábito de ler a tabela nutricional de cada alimento é fundamental para conhecer o que será ingerido pelo corpo e não cair nas “mentiras” contadas por determinadas empresas. Os ligths, por exemplos, são produtos com redução calórica, mas não necessariamente com redução de açúcar, podendo acarretar em problemas para os diabéticos e dificultar o emagrecimento. Ao ler o rótulo, você terá consciência dos reais ingredientes presentes. Evite adicionar açúcar refinado em suas refeições e esqueça dos adoçantes que contam com aspartame, já que esta substância deve ser evitada por diabéticos. Opte por adoçantes à...

Leia Mais »

Como Fazer Barrinha de Cereal Light

Como Fazer Barrinha de Cereal Light Para quem deseja manter-se firme na dieta, mas não tem tanto tempo de parar para ir até um restaurante ou supermercado e comprar algo leve para comer ou muito menos preparar uma refeição mais elaborada, as barrinhas de cereal se mostram uma boa alternativa naqueles momentos em que a fome bate e é preciso repor um pouco das energias. Entretanto, apesar de serem rápidas e práticas de carregar, nem todas são completamente confiáveis. Por isso, não dá simplesmente para comprar a primeira marca que aparece pela frente, é preciso conferir a tabela nutricional e o número de calorias presentes na barrinha, para ter certeza que ela é realmente tão saudável quanto promete. E para quem deseja ter mais segurança ainda, uma saída é aprender como fazer barrinha de cereal em sua própria casa. Dá para fazer várias simultaneamente – economizando assim bastante tempo –, em uma quantidade suficiente para comer em três ou quatro dias, e estocar na geladeira. Barrinha light com uva passa, aveia e mel  A nossa primeira receita de como fazer barrinha de cereal light rende 12 porções, fica pronta em aproximadamente 15 minutos e possui 95 calorias por porção equivalente a 30 g. Ingredientes:  2 colheres de sopa de açúcar; ½ xícara de mel; 1 xícara de flocos crocantes; ½ xícara de aveia em flocos; ½ xícara de uva passa sem sementes; 1 colher de sopa de margarina light. Modo de preparo:  Colocar o mel, o açúcar, os flocos crocantes, a uva passa e a aveia em flocos em uma panela e levar ao fogo; Mexer sem parar na panela, enquanto a mistura cozinha, durante cerca de 10 minutos ou até adquirir uma massa homogênea; Unte uma forma com margarina light e depois que a mistura acabar de cozinhar, despejá-la sobre essa forma; Com o conteúdo ainda quente, pegue uma faca e corte em 12 barras de 4 cm x 7 cm; Guarde as barrinhas dentro de uma recipiente hermético – ou seja, bem tapado de modo que impeça a passagem de ar; Sirva-se e bom apetite! Barrinha de cereal caseira de granola A segunda receita que escolhemos para ensinar para você é uma caseira que leva a granola, um grão rico em fibras, que também contém vitaminas, minerais e gorduras saudáveis e que possui propriedades que ajudam a baixar o colesterol. Esse método de como fazer barrinha de cereal rende oito porções, em que cada uma possui 79 calorias. Ingredientes:  6 colheres de sopa de granola light; 4 colheres de sopa de floco de arroz integral; 1 colher de sopa de achocolatado light; 1 colher de sopa de lecitina de soja; 3 colheres de sopa iogurte light; 2 ameixas picadinhas; 1 colher de chá do adoçante culinário de sua preferência; 1 colher de chá de bicarbonato de sódio. Modo de preparo:  Em uma tigela, junte a granola, os flocos...

Leia Mais »

Filé de Tilápia ao Forno

Filé de Tilápia ao Forno Ser saudável não é só beleza, ser saudável é sinônimo de saúde, então tente, se esforce, você também é capaz! Leve frutas, sanduiches naturais ou iogurte com cereais para o trabalho e esqueça aquele pão de queijo de toda tarde kkkk. Agora vamos à receita, peixe tem que fazer parte do seu cardápio pelo menos 1 vez na semana, ele contém omega 3, a famosa gordura do bem, que é essencial à saúde humana e não é produzida pelo nosso organismo, além de nos ajudar a emagrecer. Essa receita ficou deliciosa, e fazendo comidas com capricho você consegue fazer a reenducação e ser mais saudável sem sofrer ao deixar o bacon de lado! Você vai precisar de: 1kg de file de tilapia; cebolas; tomates; pimentão vermelho; pimentão amarelo (se quiser pode colocar o verde, eu não gusto, por isso não usei); cogumelos; repolho; salsinha e cebolinha; sal, pimento do reino e azeite extra virgem. Modo de preparo: Em uma panela coloque as folhas de repolho para refogar em água fervente e deixe o peixe temperado com pimenta do reino e sal a gosto descansar por um tempo para pegar o tempero. Coloque em um refratário, em camadas, os ingredientes na seguinte ordem: cebolas em rodelas; tomates em rodelas; peixe temperado a gosto; pimentos coloridos; cogumelos picados; salsinha e cebolinha picados; e por ultimo cubra tudo com as folhas de repolho ja cozidas. Tampe com papel alumínio e leve por 20 a 30 minutos ao forno, depois retire o papel e deixe mais 20 minutos para ficar um pouco mais crocante. Se quiser diminuir o caldo, seque o peixe antes de colocar no refretário.  ...

Leia Mais »