Posts made in junho, 2017

Dicas para ganhar dinheiro Cuidando de Cachorros

Dicas para ganhar dinheiro Cuidando de Cachorros Em tempo de crise, qualquer vintém pode ir muito bem. Portanto, se você tem vocação e curte lidar com cães, essa tende a ser uma oportunidade. Cuidar ou passear com cachorros é bacana e muita gente tem aproveitado essa oportunidade para iniciar o próprio negócio, voltado para esse segmento. A Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) apontou que o Brasil abriga a segunda maior população de cães e gatos, perdendo apenas para os Estados Unidos. De acordo com os dados são 80 milhões de gatos e cerca de 66 milhões de cães. Por aqui, a companhia dos caninos ainda está entre as preferidas, quando se trata de animais de estimação. Com isso, fica evidente que o setor ligado ao tratamento dos animais domésticos só tende a crescer nos próximos anos. Dessa maneira, o mercado precisará ainda mais de profissionais habilitados, sejam esses veterinários, adestradores de cães, cuidadores e afins. Afinal, lidar com essa população requer muita habilidade e técnica. Mercado de trabalho Como mencionado, o Brasil se destaca quando o assunto está relacionado aos animais domésticos. Com tantos cães e gatos espalhados por aí, nada melhor do que estimular ainda mais essa demanda. Os parentes e amigos podem contribuir na parte do boca-a-boca, ou seja, são aliados importantes na divulgação desse novo trabalho. Outro método é distribuir panfletos e cartões de visita para conhecidos ou deixar na caixa de correios de vizinhos ou mesmo em bairros vizinhos. As redes sociais também ajudam, porque trata-se se um tipo de difusão gratuita. Ou seja, muitas são as possibilidades, é só colocar para funcionar. Lembrando, não inicie nesse tipo de atividade se você não gosta de lidar com animais, especificamente, cachorros, pois esse é o tipo de tarefa para quem curte lidar com os bichanos. Ou seja, é preciso muito amor, calma, dedicação e predisposição. Se estiver apto pode comemorar porque além dos cursos de capacitação, o mercado é promissor, o investimento em equipamentos é baixo e os ganhos financeiros tendem a ser significativos.  Média salarial A profissão que também é conhecida por “dog-sitters” ou “dogwalkers” permite maior flexibilidade e possibilidade de iniciar um negócio próprio. Informações acerca da formalização estão disponíveis no Portal do Empreendedor. Os valores oscilam de uma região para outra, contudo, é possível cobrar até 100 reais por cada cachorro que é levado para passear....

Leia Mais »

Trabalhar Cuidando de Idosos

Trabalhar Cuidando de Idosos Brasil tem acompanhado a tendência que há muito tempo é comum em países desenvolvidos, principalmente na Europa: o envelhecimento da população. Um levantamento do IBGE concluiu que o número de brasileiros com mais de 60 anos cresceu 55% entre 2001 e 2011, passando de 15,5 para 23,5 milhões de pessoas, e deve saltar para 58,4 milhões até 2060. Além disso, até 2030, terá mais idosos do que crianças até 14 anos. Ligado a este significante aumento da qualidade de vida dos brasileiros, os idosos fazem parte ainda de um outro avanço social. Se antes, cada casal tinha três ou mais filhos que se revezavam nos cuidados com os pais, hoje, além de menos filhos, os herdeiros trabalham fora e mantêm as atividades até uma idade mais avançada do que era costume em décadas passadas. Com estas mudanças, as pessoas desta faixa etária demandam cada vez mais cuidados intensos para realizarem tarefas que não são mais tão simples quando se tem 90 anos. Para assumir estas responsabilidades – que antes costumavam ser da empregada doméstica ou dos filhos – , apareceram os cuidadores de idosos. “Os cuidadores são como uma figura comum há muito tempo, que são as babás”, explica o geriatra do Hospital Albert Einstein, Dr. José Campos Filho. Estes profissionais são pessoas sem formação específica, mas geralmente treinadas, que ajudam nas tarefas básicas do cotidiano, como alimentação, banho, vestimenta e controle das medicações. “O cuidador não oferece um serviço médico, é uma companhia, ajuda nas atividades do dia a dia”, resume Eduardo Chvaicer, responsável pela filial brasileira da empresa Right at Home, uma franquia norte-americana que oferece serviços deste tipo a mais de 15 mil clientes no mundo todo distribuídos em cerca de 370 escritórios que vão do Canadá ao Japão. A profissão Nos Estados Unidos, ser cuidador é uma profissão regulamentada organizada através de cursos de extensão, com currículo definido e formação exigida por lei. Aqui no Brasil, ainda não há nenhum tipo de organização a respeito da função, o que dificulta a qualificação dos profissionais, que geralmente fazem apenas cursos de aperfeiçoamento – com o aumento da demanda, eles já são oferecidos por instituições como a USP (Universidade de São Paulo), Senac e Cruz Vermelha – requisitados pelas empresas contratantes. “Apesar da pessoa não ter preparo médico e estar fazendo só companhia, se acontecer algum problema, ela precisa ter alguma responsabilidade”, alerta Dr. José. Por isso, definir os padrões de treinamento é importante. No geral, estes profissionais costumam ser pessoas que já cuidaram de alguém em condições parecidas ou se identificam com a função. Além da experiência, requisito primordial para começar na carreira, devem ser pessoas que não abrem mão da nobreza e da gentileza para lidar com a rotina puxada do cliente. “O cuidador tem que ter extrema paciência e carinho porque, além de lidar com o fim da vida, vai...

Leia Mais »

Como Ganhar Dinheiro Cuidando de Crianças

Como Ganhar Dinheiro Cuidando de Crianças Cada vez mais mulheres decidem trabalhar fora para ajudar a reforçar o orçamento da casa e, por conta disso, sobra menos tempo para cuidar dos filhos durante o dia. E essa mudança na sociedade fez mercado de babás tornar-se uma ótima oportunidade para você também aumentar a sua renda. Às vezes, o começo será informal e sem tantos planejamentos, por exemplo, ao sugerir tomar conta das crianças do vizinho em algum final de semana ou fazer um favor para uma amiga que precisava sair. Apesar disso, existem grandes chances do bico virar um trabalho fixo – e você pode seguir as dicas abaixo para profissionalizar este trabalho. Três dicas para organizar o seu trabalho como babá ou cuidadora de crianças Tenha as informações dos clientes e das crianças Anote em um caderno o nome dos pais das crianças, além de um endereço e mais de um telefone para contato. Esse controle vai ajudá-la na sua organização, além de deixá-la preparada no caso de alguma emergência. Outra dica importante é saber as principais informações sobre as crianças, por exemplo, se elas estão em tratamento de alguma doença ou se têm alergia a algum tipo de alimento. Transforme o bico em rotina Estabeleça um período específico do seu dia a dia para tomar conta das crianças levando em conta a necessidade dos seus clientes. Mantenha essa agenda em dia porque, dessa forma, você consegue pegar outros bicos nos dias livres. Por exemplo, se você sabe que terá duas crianças para cuidar a cada quinze dias, já pode ir atrás de outros clientes para preencher os dias que sobraram. E mais: saber exatamente o período de trabalho ajuda você a calcular o preço de acordo com o número de horas que fica com a criança. Saiba usar o espaço da sua casa Se você decidir cuidar das crianças dentro da sua casa – seja porque os pais fizeram essa escolha ou porque você cuida de várias crianças ao mesmo tempo – confira se o ambiente está seguro. Por exemplo, cubra tomadas, quinas de móveis e coloque objetos perigosos fora do alcance das crianças. Além disso, pense em brincadeiras para distrair os pequenos e separe um espaço confortável e seguro para deixá-los dormindo. Quem paga a creche às vezes também precisa de babá Mesmo que as suas vizinhas deixem as crianças nas creches, isso não significa que não existem oportunidades nesse mercado para você. “Eu tenho um filho que fica na creche todos os dias até as 16h30. Mas como eu ainda não voltei do trabalho, tenho uma babá que vai buscá-lo nesse horário e que cuidará dele até as 18h30”, conta Irani Oliveira Vieira, 39 anos, que já trabalhou como babá. O valor cobrado? “Pago R$ 200 por mês para que ela cuide do meu filho durante essas três horas por dia”, revela. Isto mostra que se...

Leia Mais »

Como Fazer Pizza Cone para Vender

Como Fazer Pizza Cone para Vender A escolha de um bom lugar é fundamental para que você tenha sucesso ao fazer pizza cone para vender. É importante que a sua pizzaria, caso pretenda montar uma estrutura melhor, fique próxima de regiões com fluxo constante de pessoas. Será uma boa opção vender pizza cone em regiões próximas a faculdade, escolas e centros comerciais. Nesses locais existe uma quantidade maior de pessoas que precisam se alimentar de forma rápida, saborosa e barata. É isso que você precisa oferecer! A região precisa ser bem iluminada, com opções de transporte público e estacionamento. Além de ser bem visível e de fácil acesso para que somente o cheiro das suas pizzas faça com que quem estiver passando por ali pare para experimentar. Estrutura para fazer pizza cone para vender Se você quer montar uma pizzaria não precisa se preocupar que o ambiente seja muito grande. De início dá sim para ter uma estrutura menor com algumas mesas no salão. É importante que a sua pizzaria tenha algumas divisões para que funcione da forma adequada. O salão precisa ser bem organizado e dispor de mesas e cadeiras. Também é interessante que você tenha sistema de som e um televisor para passar shows musicais ou jogos de futebol e outros eventos que chamam a atenção da clientela. É importante que tenha uma área de estoque para armazenar os produtos, sanitários e o espaço da cozinha, que precisa ser espaçoso e muito bem ventilado e limpo. Uma coisa interessante e que é um grande diferencial é que os clientes tenham visão do que é feito na cozinha. Se você colocar janelas de vidro dando visão total de todo procedimento de produção das pizzas cone, revelará que você garante qualidade, higiene e profissionalismo. Não é a toa que seu interesse é mesmo que os clientes observem. Lembre-se disso! Equipamentos para fazer pizza cone para vender Para a produção das pizzas você vai precisar de equipamentos específicos na sua cozinha. É essencial que você faça pesquisas para escolher os melhores equipamentos com os melhores preços. Não queira economizar muito nesse aspecto porque ele é diretamente responsável pelo resultado final. Veja abaixo o que será preciso adquirir de equipamentos para montar o seu negócio: Forno a gás para assar as pizzas cone. Formas em formato de cone de tamanhos diferentes. Bandeja para fazer o recheio das pizzas. Embalagens de papel. Suporte de mesa para as pizza cone. Freezer e geladeira. Lembre-se: Esses são equipamentos específicos para a produção de pizza cone, não podem ser substituídos por outros quem tem finalidades distintas. Esse será o maior investimento que você fará para conseguir vender pizza cone atualmente. Estima-se que para comprar os equipamentos será necessário algo em torno de R$ 4 mil Reais, o que não é um investimento considerado alto. A importância da regulamentação Assim como qualquer outro tipo de empreendimento, é...

Leia Mais »

Dicas de Sucesso para Ganhar Dinheiro com Pizza Congelada

Dicas de Sucesso para Ganhar Dinheiro com Pizza Congelada Que a pizza faz parte do gosto do brasileiro a gente já sabe não é? Você sabia, no entanto, que dá para ganhar dinheiro com pizza congelada? Pois é, dá e não é pouco! É justamente por causa disso que resolvemos escrever esse texto, para te dar dicas de sucesso para ganhar dinheiro com pizza congelada. Com a correria do dia a dia as vezes não dá tempo nem de sair para comer alguma coisa na rua, muito menos de cozinhar alguma coisa em casa. Por isso, oferecer um produto pré-pronto que só precisa ser assada tem dando um retorno financeiro muito bom a pessoas de todas as regiões do Brasil. Quer fazer parte desse grupo de pessoas e começar a ganhar dinheiro com pizza congelada? Nós separamos algumas dicas essenciais que vão te ajudar a alcançar isso! O que eu preciso dizer, de antemão, é que antes das dicas é preciso que você tenha fé no que vai fazer e não tenha medo de trabalho. O conhecimento das nossas dicas te levarão ao sucesso se você juntar a elas a força, o foco e conseguir observar os lucros que isso vai te dar mais a frente. Quer empreender e ganhar dinheiro por conta própria? Esse texto vai te dizer como! Mercado de pizza congelada Antes de começarmos com as dicas de sucesso para ganhar dinheiro com pizza congelada, é importante que você saiba que está entrando em um mercado onde grandes empresas conceituadas vem trabalhando. A diferença, porém, é que essas empresas produzem um alimento mais caro e que muitos vezes não é tão acessível. Por exemplo: Uma única pizza congelada de uma marca grande custa algo em torno de R$12,90, enquanto que você pode vender um kit de pizzas congeladas, com 10 unidades, por R$40. Consegue ver a diferença? Claro que também vai haver profissionais como você que farão a produção das pizzas de forma caseira para trabalhar de forma direta, mas isso deve te motivar a produzir pizzas de maior qualidade e divulgar de forma diferenciada. A questão é que existem no mercado concorrentes, mas a demanda é tão grande que se você trabalhar forte em um produto saboroso, de qualidade e divulgar de forma inovadora, pode não só ganhar espaço como se tornar referência de qualidade na sua região. Dicas de sucesso para ganhar dinheiro com pizza congelada Pronto, agora nós vamos falar das dicas para que você comece a ganhar dinheiro com pizza congelada e por que não fazer disso a sua principal renda e criar uma fábrica? É muito possível já começar ganhando um valor bom. Não é fácil, isso é importante lembrar! O importante é que você tenha força para trabalhar duro e sempre com muita alegria. Você sabia que a sua empolgação com o produto, a alegria que você sente ao realizar...

Leia Mais »