Cardápios Balanceado

Cardápio Semanal Como Planejar

Cardápio Semanal Como Planejar Atualmente, muita gente tenta seguir uma alimentação equilibrada  não só por uma questão estética, mas também devido a uma preocupação maior com a sua saúde e com qualidade de vida. Mas, é fato, também, que algumas pessoas comentam que não conseguem seguir uma dieta saudável porque “não têm tempo” e nem “criatividade” para prepararem seus próprios alimentos. Assim, acabam comendo fora ou fazendo, em casa, o que lhes parecer mais prático. Nesses casos, fica evidente que, com mais organização e, consequentemente, com um pouquinho mais de tempo, tais pessoas conseguiriam seguir uma alimentação mais saudável, comendo fora e/ou optando por pratos prontos somente em ocasiões especiais. Mas, como se organizar neste sentido? Talvez esta seja sua pergunta no momento. E a resposta é muito mais simples do que você imagina: basta planejar sua alimentação com antecedência, montando seu cardápio semanal! Como montar um cardápio semanal? A maioria das pessoas aproveita o descanso de domingo para montar seu cardápio semanal e já fazer as comprar no supermercado. E esta é uma boa dica! É bastante importante que este planejamento de cardápio seja feito conforme as orientações passadas pela sua nutricionista. Mas, caso você ainda não tenha se consultado com uma nutricionista, pense nesta possibilidade! A profissional poderá te ajudar muito, inclusive nesse planejamento do cardápio semanal. Saladas: “Ao elaborar o cardápio deve-se ter a preocupação de observar que a salada seja composta com alimentos que não componham as demais preparações”, acrescenta a nutricionista. Elas deverão variar entre: Folhas: alface, escarola, almeirão, rúcula, agrião, radicchio, etc; Legumes crus: cenoura, nabo, beterraba, rabanete, etc; Legumes cozidos: beterraba, batata, cenoura, etc; Outros: Queijo, frutas, etc. Prato principal: Deverá ser composto por alguma proteina: carne, frango, peixe ou ovo. “É preciso apresentar preparações de carne diferentes no mesmo dia e modificar os tipos de cortes durante a semana”, destaca Paula. Prato base: Deverá ser composto por algum carboidrato: arroz, feijão, lentilha, cevadinha, quinua, grão de bico, mandioquinha, batata, batata doce etc. Guarnições: Uma verdura ou legume cozido no vapor ou refogado ou assado. A especialista ainda destaca que, para montar um cardápio, deve haver um equilíbrio na ingestão dos alimentos e, consequentemente, de nutrientes. “Ou seja, não devemos repetir muito os alimentos. Além disso, devemos manter uma harmonia entre as cores, sabores e textura dos alimentos que compõem o cardápio”, diz. Sugestões de almoço e jantar para o seu cardápio semanal Abaixo você confere uma sugestão de cardápio semanal (com almoço e jantar) onde são utilizados alimentos saudáveis, variados e saborosos. Almoço Opção 1: Carne seca acebolada; salada de alface, tomate e azeitona preta; arroz integral com brócolis e feijão; couve refogada. Opção 2: Bife grelhado; salada de rúcula e tomate; arroz integral, feijão e brócolis refogado com alho. Opção 3: Peixe grelhado com molho de mostarda; salada de folhas verdes, beterraba crua e tomate; arroz 7 grãos, grão de...

Leia Mais »

Emagreça com um cardápio balanceado

Emagreça com um Cardápio balanceado   Para seguir um caminho mais saudável e magro, o primeiro passo é começar escolhendo as comidas certas durante 24 horas. Pensando nisso, a nutricionista Jacira Conceição dos Santos sugeriu um cardápio que vai te inspirar. Manhã Café da manhã: omelete com ricota, suco de abacaxi, pão integral e mel.     Um estudo concluiu que quem come altas doses de proteína no desjejum se sente satisfeito por mais tempo do que quem consome o nutriente em outros horários. De acordo com o Instituto Nacional da Saúde, nos EUA, os ovos são uma fonte boa de proteína, que deve ser acompanhada de carboidratos como pão ou cereais integrais. Lanche da manhã: 1 maçã Num estudo do periódico Appetite, pessoas que comeram uma maçã por dia consumiram 15% menos calorias do que aquelas que não ingeriram a fruta.   Tarde   Almoço: salada do chefe (ovo cozido, peito de peru ou presunto magro, tomate, pepino, queijo e alface) com vinagre balsâmico. Acompanha macarrão ou arroz .     Lanche da tarde: salada de frutas com nozes · A combinação fornece energia para você gastar à tarde. A proteína magra (peito de peru, presunto magro) ajuda a queimar gordura e ocupa bem a pausa do meio-dia. Peça o molho em um recipiente à parte e mergulhe a porção antes de cada garfada para ajudar a controlar o consumo calórico.   Noite Jantar: salmão grelhado com espinafre · Num estudo, mulheres que fizeram uma dieta balanceada com ômega 3, presente no peixe, perderam uma vez e meia mais gordura abdominal do que as que seguiram a mesma dieta, mas sem o nutriente.   Ceia: suco de cereja ou de abacaxi, hortelã e gengibre. O gengibre tem propriedades termogênicas que levam o organismo a queimar mais calorias para fazer a digestão. Em estudos com animais, uma dieta rica em gordura enriquecida com pó de cereja foi associada amenor ganho de peso e de gordura corporal do que a mesma dieta sem o pó. Como comer menos Segundo estudo do Centro de Controle e Prevenção de Doenças, dos EUA, 80% das pessoas que emagrecem têm algo em comum: elas comem menos. Parece óbvio, mas muitas vezes ingerimos calorias sem perceber. Use estes truques para se controlar: Desligue a TV Uma pesquisa da Universidade de Massachusetts concluiu que as pessoas chegam a ingerir até 300 calorias extras quando comem em frente à telinha. Vá devagar Você pode reduzir seu consumo de calorias em 10% apenas parando para respirar entre uma garfada e outra, de acordo com um estudo da Universidade de Rhode Island, nos EUA. Isso faz o cérebro entender que você está satisfeita cerca de 20 minutos antes do habitual. Sirva petiscos no prato E guarde o resto da embalagem. Dessa forma, você não fica tentada a comer todo o pacote de uma vez. Faça uma mudança no cenário...

Leia Mais »