Depilação

Dicas para Depilar o Buço

Dicas para Depilar o Buço Confira algumas dicas para depilar o buço sem deixar marcas. “Com mulher de bigode, nem o diabo pode”! Acho que nenhuma mulher concorda com esse ditado, não é mesmo? Afinal, nenhuma delas suporta ver um pelinho chato e constrangedor aparecendo sobre a boca. Mas saiba que (infelizmente) esses pelos são normais e surgem em todas as mulheres. O problema é que na hora de removê-los, nem todas fazem da maneira correta, fazendo com que os pelos engrossem ou fiquem encravados por exemplo. Dicas para depilar o buço Lâminas Só está nessa lista para que possamos dizer: JAMAIS USE LÂMINAS PARA DEPILAR O BUÇO! Isso faz com que a pele fique áspera e os pelos fiquem cada vez mais grossos já que você estará apenas cortando eles e não removendo pela raiz. Cremes depilatórios Até funcionam, mas dependendo do produto, podem causar manchas na pele. Sem contar que eles não duram muito tempo. Se for usar cremes, consulte um dermatologista para evitar alergias ou manchas. Cera quente Esse método remove o pelo pela raiz, mas pode causar queimaduras na pele sensível do rosto. E se for muito utilizado, pode causar flacidez na pele da região com o tempo. Cera fria Assim como com a cera quente, o ato de puxar a pele para remover os pelos pode causar flacidez com o tempo. Depilação com linha ou egípcia Muito utilizada atualmente, essa técnica dá ótimos resultados e sem nenhum dos riscos já citados. Esse procedimento consiste em enrolar os pelos na linha e removê-los por inteiro. Depilação com mola É uma técnica baseada na depilação com linha, trocando a linha por uma pequena mola para enrolar os pelos. É segura e você mesma pode fazer em casa. Essa mola para depilação pode ser encontrada em perfumarias e lojas de cosméticos. Depilação a laser É uma técnica totalmente eficaz, mas é um pouco cara. Sem contar que são necessárias várias sessões (sendo apenas uma por mês)....

Leia Mais »

Depilação Íntima

Depilação Íntima A alguns anos atrás, a depilação íntima era pouco comum e muito polêmica. Pensar nesse assunto já era motivo de vergonha. Mas hoje ela já se tornou uma tendência, tendo inclusive profissionais especializados em depilar virilha e toda a região íntima, com todos os cuidados necessários. E na hora de depilar as partes íntimas, já existem muitos estilos para escolher: virilha cavada, hollywood, “bigodinho de Hitler”, desenhos, etc. Mas o estilo mais escolhido é a depilação íntima total (remoção de todos os pelos da região da vagina e ânus). Seja com a ajuda de uma depiladora ou mesmo sozinha, a maioria das mulheres preferem mesmo estar livres dos pelos na região íntima. Os motivos para essa escolha (depilar toda a região íntima) são vários. Seguir a moda, higiene ou mesmo agradar o parceiro na cama. Mas seja qual for a justificativa, é importante tomar alguns cuidados com a depilação pois a região íntima é mais sensível que as demais partes do corpo. Dependendo da forma com que se remove os pelos, isso pode causar algum trauma. Então, como depilar a virilha e tomar todos os cuidados? Depilação íntima: como depilar a virilha sem problemas A maioria das mulheres que se depilam sozinhas preferem a lâmina. Mas a depilação com lâmina não é um método recomendado afinal essa é a maneira mais agressiva de se depilar. Sempre há a possibilidade de encravar os pelos e o atrito pode irritar e inchar a pele. Mesmo assim, se prefere usar a lâmina, faça a depilação com movimentos lentos e use sempre aparelhos novos. A cera quente é a melhor opção para depilação íntima. Uma depiladora profissional saberá qual o melhor produto usar e qual a melhor técnica para evitar lesões. Pode doer um pouco, mas pelo menos você garante que os pelos vão demorar mais a nascer e vai evitar possíveis pelos encravados. Os cremes depilatórios podem ser uma boa para quem tem medo da cera. Mas é preciso ficar atenta a reações alérgicas. Outro questão é que assim como no uso da lâmina, os pelos crescem logo. Já o laser é o melhor para quem quer ficar um longo tempo sem pelos na região íntima. Em média, após cinco ou seis sessões, demora quase um ano para que os pelos nascerem novamente. O tratamento deve ser feito com um profissional de confiança. Vergonha de fazer depilação íntima com uma depiladora? Muitas mulheres tem vontade, mas muita vergonha de pedir a uma depiladora profissional a depilação íntima completa. É preciso retirar a calcinha para realizar o procedimento. E para depilar o ânus, é necessário ficar de costas ou de lado, de forma que facilite alcançar toda a região anal. Mas não é preciso ter vergonha. Essas profissionais estão preparadas para tal procedimento. Receberam cursos e treinamentos e para elas, depilar virilha e partes íntimas de uma cliente é uma prática comum, que...

Leia Mais »

Depilação com Cera

Depilação com Cera A depilação com cera é o método de  depilação escolhido por milhões de mulheres, já que é duradouro, econômico e existe a possibilidade de fazê-lo em casa. No mercado de cosméticos, existem diversas fórmulas e produtos para realizá-la, seja com cera quente, com cera morna ou com cera fria, vendidas em conjunto com tiras apropriadas para a retirada dos pelos. Parece impossível, porém, fazer a depilação com cera sem sentir dor ou, então, apresentar alguma alergia ou irritação na pele. Mas, acredite, isso é possível com a adoção de alguns pequenos truques. Evitando a dor na depilação com cera Esfoliar a pele alguns dias antes de fazer a  depilação com cera é uma ótima maneira de prevenir a dor: isso ajudará a eliminar as células mortas, estimular que o pelo venha o máximo para fora, e deixar a pele mais suave para o procedimento. Além disso, tomar um banho de água quente antes da sessão de depilação com cera pode ser providencial. Isso porque a água quente abre os poros e suaviza os pelos, deixando a extração menos dolorosa. Mas atenção: para a depilação, a pele deve estar bem seca. Você pode, também, aplicar gelo na zona que você vai depilar alguns instantes antes de fazê-lo. Isso porque o gelo tem um efeito anestésico sobre a pele e, isso faz com que a depilação não seja tão dolorosa. É preciso estar atenta à temperatura da cera, porém, já que como a área de aplicação estará pouco sensível, se a cera estiver quente demais pode ocasionar  queimaduras. Esse efeito que falamos também pode ser obtido com o uso de um creme anestesiante – se quiser usá-lo, vá a uma farmácia e questione o farmacêutico sobre qual o mais indicado para você. Evitando as alergias na depilação com cera Esse é um método de arrancar os pelos que, independente do produto que for usado, produzirá certo nível de irritação na pele. As  peles mais sensíveis e finas são as que mais sofrem e, por isso, alguns conselhos são ótimos na hora de realizar esse método de extração. Para evitar alergias, assim como para a evitar a dor,  esfoliar a pele alguns dias antes da depilação com cera é essencial. Isso fará com que o pelo apresente menos resistência à retirada – por isso que, além de diminuir a dor, também diminui a alergia. Você pode usar uma esponja específica, ou então um produto para esfoliação específico. Além disso, o banho quente também serve para prevenir a dor e as alergias, facilitando a extração do pelo. Depois da depilação, porém, é melhor evitar sabores e esponjas agressivas à pele, e eliminar os restos de cera com um algodão molhado em azeite de oliva. Evitar alergias envolve, também, não se expor ao sol uns dois ou três dias após a depilação, pois isso aumenta a  irritação da pele. Além disso,...

Leia Mais »

Dicas para uma depilação perfeita em casa

Dicas para uma depilação perfeita em casa   A depilação é um dos rituais de beleza que fazem parte da vida das mulheres constantemente. Algumas pessoas preferem fazer a depilação em clinicas especializadas ou centros de estética, mas também há quem goste de fazer a depilação em casa. Se você também está acostumada ou pretende começar a fazer a depilação em casa, confira estas dicas para não fazer nada errado: 1. Tome um banho quentinho – antes de começar a depilação uma das dicas mais valiosas é tomar um banho de água morna, pois assim os poros ficam mais dilatados, o que facilita a retirada dos pelos; 2. Faça uma leve esfoliação – outra dica importante é fazer uma esfoliação bem leve na região, até durante o banho mesmo. Isto faz com que as células mortas sejam removidas e os pelos que, por acaso, estejam encravados ou não tenham tido a pontinha exposta ainda; 3. Retire os resíduos – antes de iniciar a hidratação é preciso deixar a pele limpa, sem nenhum creme hidratante, nem óleo, nenhum produto; 4. Evite o sol por até 72 horas – após realizar a depilação é aconselhável o uso de protetor solar e, mesmo assim, evitar a exposição ao sol, pois a pele corre o risco de ficar manchada. 5. Escolha a cera de acordo com a sua pele – há ceras frias e quentes, geralmente as ceras quentes são as mais comuns e usadas em estéticas. Escolha um tipo adequado para a sua pela, seja ela seca, oleosa, sensível. Lembre-se, não é aconselhável reutilizar a cera, depois usá-la, jogue o resíduo no lixo. Depilação íntima: mitos e verdades sobre a prática O assunto é depilação íntima feminina o que impera é o gosto da cliente. No Brasil, é muito comum a remoção quase que total dos pelos da região íntima feminina, sendo preservado apenas um fino filete de pelos na região frontal ou mesmo a retirada total dos pelos – tanto que a técnica até ganhou fama internacional, sendo chamado de brazilian wax (em português, depilação brasileira). Entretanto, algumas mulheres vão contra essa moda e preferem um estilo de depilação mais naturalista ? seja com uma depilação menos “cavada” ou até mesmo removendo o mínimo de pelos possível. Os pelos em excesso normalmente são relacionados à maior chance de infecção e a presença de odores desagradáveis na região, mas será que é realmente isso que acontece? Conversamos com especialistas no assunto, que desvendaram as principais dúvidas sobre depilação íntima. Depilar completamente é realmente mais higiênico? Não necessariamente. A higiene está relacionada em primeiro lugar à limpeza da área, e não com a quantidade de pelos. “Pode-se ter uma higiene excelente mesmo com os pelos”, explica a ginecologista Sueli Raposo, do laboratório Exame, em Brasília. Dessa forma, uma área íntima depilada, mas cuja mulher não faz a limpeza adequada, não será mais higiênica...

Leia Mais »

6 maiores erros ao depilar as pernas com lâmina

6 maiores erros ao depilar as pernas com lâmina Entre os métodos de depilação mais populares está a retirada dos pelos com lâmina. Ótima aliada das mulheres que buscam praticidade, a depilação com lâmina é rápida, indolor e pode ser muito eficiente. Mas a ferramenta precisa ser usada de forma correta. Segundo a dermatologista Helena Zantut, a lâmina retira uma camada superficial da pele e pode causar pequenos traumas, como cortes e pelos encravados. Para deixar a pele lisinha e livre de manchas e irritações, confira abaixo 7 erros comuns na hora de se depilar e conheça cuidados indispensáveis para garantir resultados eficientes. 1. Raspar as pernas assim que entra no chuveiro Muitas mulheres querem se livrar logo dos pelos e, assim que entram no banho, fazem uso da lâmina. Mas a dermatologista Helena Zantut aconselha esperar cerca de 15 minutos no banho antes de iniciar o processo. Este tempo é suficiente para abrir os folículos e, além disso, a pele estará mais hidratada e deslizará melhor a lâmina. Também não é indicado esperar muito mais do que este tempo: neste caso, a pele pode enrugar e inchar, tornando mais difícil o corte dos pelos. 2. Não usar nada para deslizar a lâmina Não importa a pressa, você nunca deve raspar as pernas “a seco”. É imprescindível ensaboá-las com creme de barbear ou mesmo um creme hidratante para garantir que a lâmina deslize com facilidade sobre a pele. Assim, você evita cortes e agressões. Mesmo o condicionador de cabelo pode ser eficiente para este fim. Apenas evite o sabonete em barra, que não cria lubrificação suficiente para deslizar facilmente a lâmina contra a pele, aumentando as chances de cortes. 3. Usar aparelhos de apenas uma lâmina Eles podem quebrar o galho se você estiver fora de casa, mas evite usar os aparelhos com apenas uma lâmina de corte. Em vez disso, invista em aparelhos melhores, de quatro ou cinco lâminas. Eles custam um pouco mais caro, mas são mais eficientes, pois permitem que você deslize mais facilmente por áreas difíceis, como joelhos e tornozelos. Vale a pena o investimento! 4. Não trocar a lâmina com freqüência As lâminas podem ser reutilizadas entre 5 e 10 vezes. Depois disso, ficam velhas e ineficazes. Além de ficar mais difícil a retirada dos pelos, elas são mais propensas a causar inchaços e vermelhidão, e conter bactérias, que potencialmente podem causar infecções. Portanto, utilize sempre lâminas novas. 5. Raspar para cima antes de raspar para baixo Na primeira passagem da lâmina nas pernas, passe no sentido do crescimento dos pelos (para baixo), e só depois no sentido contrário. E, se você tem a pele sensível, nem deve fazer o segundo passo. . A dermatologista Helena Zantut explica que, embora passar a lâmina contra o pelo resulte em um corte mais rente, este modo também aumenta a possibilidade de irritação e pelos encravados. 6....

Leia Mais »

Cuidados com a depilação | Tipos, Vantagens e Desvantagens.

  Cuidados com a depilação | Tipos, Vantagens e Desvantagens. Ninguém merece mulher (nem homem) que não se depila, não é mesmo? É claro que tudo tem sua hora e idade, mas a retirada dos pelos é necessária por uma questão de higiene ou até mesmo de estética, dependendo da área a ser depilada. E o melhor é que há vários tipos de depilação disponíveis no mercado ou para fazer em casa. TEMPORÁRIAS Depilação com linha: Testei e aprovei. A linha remove os pelos da raiz ao deslizar sobre sua pele. Não arde, não queima, não inflama, não irrita, não corta nem arranha, e o melhor de tudo : quase não dói.  Sem contar que é notável a demora dos pelos retornarem. O preço depende da região e não é fácil encontrar em qualquer salão ou clinica de estética. Cera: Uso bastante, apesar da dor (que é suportável), pois é um método prático e com jeitinho dá pra fazer em casa. Os pelos são retirados da raiz, por isso demoram a crescer e nascem finos. Um prejuízo que não é muito notado pelas mulheres, pois só acontece com o uso continuo, é a flacidez da pele pois a cera dilata o músculo na retirada dos pelos. Creme Depilatório: É um tipo de gilete para quem tem alergia. É considerado o PIOR método para depilação, já que não retirar os pelos da raiz o que faz com que eles voltem a aparecer muito rápido e grossos. O creme possui produtos químicos que amolecem o pelo e facilitam a retirada que pode ser feita com: toalha úmida, espátula ou esponja. Depilador Elétrico: Funciona quase do mesmo jeito que a cera. Retira os pelos da raiz  através de pinças metálicas do aparelho. O ruim é que dói muito e quando digo muito é muito mesmo.   DEFINITIVAS Os dois únicos métodos com eficácia comprovada são: Laser e Eletrólise. Ambos são caros e funcionam em sessões que eliminam os pelos desde a raiz. Ao longo das sessões, os pelos vão diminuindo até um resultado satisfatório. As lâminas, mais conhecidas como gilete, retiram superficialmente os pelos o que torna o aparecimento do pelo rápido e grosso (já que não foi retirado da raiz e sim cortado de sua região mais grossa) há riscos de pelos encravados e cortes na região. As pinças, que geralmente são usadas para fazer as sobrancelhas, também estão sendo usadas para a depilação. O pelo demora a crescer, se retirado do modo correto, puxado da raiz. De acordo com as áreas do corpo eu costumo utilizar métodos diferentes na depilação. Sobrancelhas: Pinça | Buço: My Spring It* | Axilas: Cera quente | Pernas: Cera Roll-on *O My Spring It é um depilador de mola que remove os pelos faciais da raiz....

Leia Mais »