Menopausa

Chá para Menopausa

Chá para Menopausa Muitas mulheres sofrem com o aparecimento da menopausa. A menopausa é a última menstruação da mulher. O período da vida que antecede e precede a menopausa é chamado climatério que vai dos 45 aos 60 anos de idade. Nessa fase, os ovários deixam de produzir os hormônios estrogênios e progestógeno, então a mulher deixa de ter a capacidade reprodutiva. A menopausa não é uma doença, é apenas um estágio na vida da mulher porém acarreta alguns sintomas desagradáveis como ondas de calor, suores noturnos, insônia, diminuição do desejo sexual, irritabilidade,depressão,ressecamento vaginal,dor durante o ato sexual e diminuição da atenção e memória. Existem vários tratamentos para melhorar os sintomas da menopausa atualmente como por exemplo a reposição hormonal. E até algumas receitas caseiras conseguem melhorar esses sintomas . Confira abaixo uma receita de chá caseiro para melhorar os sintomas da menopausa. Receita chá caseiro para amenizar os efeitos da menopausa Ingredientes: 1 punhado de folhas de amora 1 punhado de anis estrelado 1 punhado de melissa 1 punhado de alecrim 1 litro de água mineral Modo de Preparo: Coloque o litro de água mineral para fever em uma leiteira ou panela grande , após a água começar a ferver apague o fogo e acrescente as ervas e abafe com tampa ou um pano e deixe descansar por 15 minutos. Após o tempo de pausa , tome o chá para menopausa 2 a 4 vezes ao dia....

Leia Mais »

MENOPAUSA

MENOPAUSA A menopausa é um momento marcante na vida das mulheres. Ela é um evento inevitável, que ocorre devido ao esgotamento dos óvulos e o consequente fim dos ciclos ovulatórios, caracterizando a transição entre a idade fértil e o climatério. Para que não haja confusão com os termos, é bom lembrar que menopausa é o nome dado à última menstruação da vida da mulher, enquanto climatério é período pós-menopausa, ou seja, a fase da vida que se inicia após a última menstruação. Portanto, não é tecnicamente correto dizer que uma mulher está na menopausa. O certo é dizer que a mulher teve a sua menopausa e agora encontra-se no climatério. A menarca é a primeira menstruação da vida da mulher. A pré-menopausa é o período de 3 a 7 anos antes da menopausa, ou seja, os últimos 3 a 7 anos de idade fértil. A menopausa é a última menstruação da vida da mulher. A pós-menopausa é o período que inicia-se após a última menstruação, ou seja, após a menopausa. Pós-menopausa e climatério são sinônimos. A perimenopausa é o período que engloba a pré-menopausa e o primeiro ano de pós-menopausa. Sinais e sintomas da menopausa SUORES NOTURNOS A sudorese noturna é uma variante dos fogachos. Em algumas mulheres, os afrontamentos ocorrem predominantemente à noite, provocando uma intensa sudorese durante o período do sono. Em muitos casos, esses afrontamentos noturnos atrapalham o sono e agravam os sintomas de cansaço e irritação da perimenopausa. O consumo de bebidas alcoólicas durante o dia e um quarto mal ventilado colaboraram para o agravamento dos afrontamentos noturnos. DISTÚRBIOS DO SONO Os afrontamentos noturnos, como já referido, são importante causa de pertubação do sono no período perimenopausa. Eles, porém, não são os únicos. Muitas mulheres na pré-menopausa têm dificuldades para dormir mesmo na ausência dos fogachos. A insônia pode surgir até 7 anos antes da menopausa e costuma se agravar no último ano da pré-menopausa. Mulheres ansiosas ou deprimidas costumam ser aquelas com maior dificuldade para do MENSTRUAÇÃO IRREGULAR Alterações do período menstrual já podem ocorrer antes mesmo da mulher entrar no período pré-menopausa. Inicialmente as alterações são sutis e incluem mudanças na intensidade do sangramento e encurtamento do ciclo. Conforme a menopausa vai se aproximando, as alterações menstruais se tornam mais óbvias. O ciclo agora passa a ser irregular e torna-se mais longo, podendo durar 40 a 50 dias. O volume menstrual se altera (para mais ou para menos) e escapes podem ocorrer no meio do ciclo. A menstruação vai se tornando cada vez mais irregular, até desaparecer. A mulher na pré-menopausa não tem como saber quando será sua última menstruação. O diagnostico da menopausa só pode ser estabelecido retrospectivamente, quando a mulher completar 1 ano sem menstruar novamente. ANSIEDADE A ansiedade durante a perimenopausa é provavelmente causada pela queda nos níveis de estrogênio circulantes no corpo, o que reduz a produção de neurotransmissores responsáveis...

Leia Mais »

Peso na Menopausa

Peso na Menopausa O ganho de peso na  menopausa é muito comum. Existem alguns fatores como: hormônios, envelhecimento, estilo de vida e a genética que influenciam para esse aumento do peso. No entanto, a experiência da menopausa é altamente individual, e varia de mulher para mulher. Ciclo de Vida da Mulheres Existem períodos de mudança hormonal que ocorrem durante a vida de uma mulher. Estes ciclos incluem a pré-menopausa, perimenopausa e menopausa. 1. Pré-menopausa Pré-menopausa é o termo para a vida reprodutiva da mulher enquanto ela é fértil. Começa na puberdade com o primeiro período menstrual, e termina com o último. Esta fase dura cerca de 35 anos. 2. Perimenopausa Perimenopausa, literalmente, significa “em torno da menopausa.” Durante este tempo, os níveis de estrogênio se tornam variáveis (aumentam e diminuem) e os níveis de progesterona começam a diminuir. Normalmente a mulher entra nessa fase depois dos 40 anos e costuma durar de 4 a 10 anos. Os sintomas da perimenopausa (que se estendem também à menopausa) incluem:   Ondas de calor e intolerância ao calor Distúrbios do sono Alterações no ciclo menstrual Dores de cabeça Alterações de humor, incluindo depressão, ansiedade e irritabilidade. Ganho de peso 3. Menopausa A menopausa ocorre oficialmente quando a mulher já não menstruou mais durante os últimos 12 meses. A idade média da menopausa é 51 anos. Até então, ela é considerada perimenopausa. Muitas mulheres experimentam seus piores sintomas durante esse período, mas outras acham que seus sintomas se intensificam no primeiro ano ou dois após a menopausa. Como os hormônios afetam o metabolismo Desde a puberdade até a menopausa, as mulheres tendem a armazenar gordura em seus quadris, glúteos e coxas. Embora possa ser difícil de perder, este tipo de gordura não aumenta o risco de doenças. Nesse período, o nível de progesterona vai diminuindo de forma constante e o estrogênio oscila entre níveis altos e baixos, ou seja, ocorre um desequilíbrio hormonal. Essas alterações nos níveis hormonais durante a transição da menopausa pode levar ao ganho de peso e ao aumento no risco de algumas doenças. Ganho de Peso O ganho de peso nessa fase está ligado a vários fatores: Oscilações hormonais: O desequilíbrio do estrogênio (taxas altas e baixas) pode levar a um aumento de armazenamento de gordura. Perda de massa muscular: Isso ocorre devido à idade, alterações hormonais e diminuição da atividade física. O sono inadequado: Muitas mulheres têm dificuldade para dormir durante a menopausa, e falta sono está ligada ao ganho de peso. O aumento da resistência à insulina: As mulheres muitas vezes se tornam resistentes a insulina à medida que envelhecem. Isso faz com que seja mais difícil perder peso. Cuidado com as dietas nessa fase! Evite fazer restrições calóricas nessa fase da vida: isso pode provocar a perda de massa muscular e uma nova descida da taxa metabólica. Assim, enquanto dietas de poucas calorias podem resultar na...

Leia Mais »