Como Montar uma Lanchonete de Sucesso

Como Montar uma Lanchonete de Sucesso

Como Montar uma Lanchonete de Sucesso

Aprenda como montar uma lanchonete e tenha sucesso no setor alimentício montando sua própria lanchonete.

Quer aprender como montar uma lanchonete e ganhar dinheiro? Confira tudo aqui, localização, equipamentos, investimentos e informações importantes!

Para abrir uma lanchonete o futuro empresário deve ter um bom planejamento e estar ciente dos diferenciais mais importantes nesta área, que são a comida de qualidade, higiene, atendimento, entre outros.

Se você está pensando em montar uma lanchonete e tem dúvidas de como fazer, esse conteúdo é perfeito, porque vamos ensinar um passo a passo de como montar uma lanchonete de sucesso.

​Sua Ideia de Negócio Vai dar Lucro?

Descubra quais são as 3 PERGUNTAS que todo empreendedor esperto deveria saber responder. Veja também qual é a ferramenta que pode pode salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado.

PS: Evite cometer os erros comuns dos empreendedores de primeira viagem.

Como montar uma lanchonete de sucesso: Guia completo

Para aprender como montar uma lanchonete você deve compreender todos os fatores e trabalha-los corretamente. Por exemplo, qual é o tipo de lanchonete a ser montada? Qual é o investimento para montar uma lanchonete? Entre outros aspectos. Então, vamos ao guia definitivo de como montar uma lanchonete que garantirá o seu sucesso:

A primeira fase é saber qual é o tipo de lanchonete ideal para você, veja abaixo as opções:

Opções de lanchonetes para montar

Hoje, quem busca montar uma lanchonete pode encontrar X tipos de opções de negócio: tradicional, móvel, delivery e em container. Conheça um pouco de cada uma delas:

Lanchonete tradicional

A lanchonete tradicional é aquele estabelecimento “comum”, geralmente em locais de grande movimento e exige espaço, já que deve possuir lugar para os clientes comerem tranquilamente.

Montar uma lanchonete tradicional é mais caro do que as outras modalidades, justamente porque o ponto comercial e estrutura são maiores.

O potencial de vendas da lanchonete tradicional é maior e isso é visto com bons olhos pelos empreendedores, contudo, cuidado! Os custos também são altos e, consequentemente, o lucro líquido pode ser pequeno se não for bem estruturado o controle financeiro e precificação.

Lanchonete móvel

Está cada vez mais comum montar uma lanchonete móvel, isso porque o custo é menor e o proprietário pode se descolar até os locais de grande movimentação de clientes.

Uma lanchonete móvel tende a ser “pequena”, é uma espécie de ambulante, com um veículo adaptado. Por ter um tamanho reduzido, a quantidade de funcionários será menor, o que significa: menos custos para a lanchonete.

Lanchonete delivery

A lanchonete delivery pode ser montada em um espaço pequeno, já que não precisará acomodar os clientes.

O problema enfrentado ao montar uma lanchonete delivery é a publicidade, ou seja, tornar-se conhecido. Em uma lanchonete tradicional a estrutura e o ponto comercial atraem os clientes, isso não acontece no delivery.

Então, esteja preparado para os primeiros meses vender pouco ou então investir forte em publicidade e mídia.

Lanchonete Container

Está crescendo no Brasil a quantidade de empresários utilizando containers para montar a estrutura do seu negócio. A vantagem é que o custo da estrutura é muito barata comparada ao meio tradicional.

Já o ponto negativo é conseguir encontrar um local em que “aceitam” deixar um container. Poucos locadores desejam um container em seu “terreno”. Também, será difícil encontrar um bom ponto para locação, já que a maioria dos locais possuem uma peça comercial.

Plano de negócios para montar uma lanchonete

Falar de como montar uma lanchonete é impossível sem entrar no assunto plano de negócio.

O plano de negócio é o documento prévio com todas as diretrizes da abertura da lanchonete, nele terá informações como:

Estudo do mercado;

Custos de equipamentos;

Investimento inicial;

Custos mensais;

Diferenciais do negócio;

Publicidade e marketing;

Expectativa de lucros;

Análise de concorrência;

Fornecedores;

Entre outros.

O plano de negócios par montar uma lanchonete é sem dúvida o passo inicial mais importante, então, se você não possui ou não sabe como fazer toda a análise de viabilidade e planejamento do seu negócio.

Escolha do Ponto Comercial para montar lanchonete

O mercado para montar uma lanchonete é bastante competitivo, mas por outro lado é uma atividade que abrange um grande número de consumidores, visto que uma lanchonete é um ambiente frequentado por todas as classes sociais, faixa etária, etc. Portanto, há espaço para muitas lanchonetes novas.

Escolher o ponto comercial certo ao montar uma lanchonete é muito importante

Um dos fatores mais importantes ao montar uma lanchonete é a escolha do ponto comercial. Ele está diretamente relacionado ao sucesso do negócio, estar perto a locais movimentados ou empresas, escolas ou locais com grande volume de fluxo de pessoas é bem importante. Além de diminuir os custos com publicidade.

Definido o local, o empreendedor poderá decidir com mais facilidade o produto que vai oferecer, porque a escolha dos produtos está diretamente ligada ao público que a lanchonete irá atender.

Caso você já saiba o produto que deseja vender, faça uma análise de público alvo e escolha o ponto comercial com base na circulação desse público alvo específico. Isso aumentará muito as chances de vendas.

A estrutura do local para montar a lanchonete dependerá do tipo de negócio que o empreendedor vai abrir.

Existem lanchonetes em shoppings com estrutura mais elaborada, lanchonetes em locais movimentados que podem contar com poucas cadeiras e mesas, se a intenção for a venda de lanches rápidos, o ideal é um local de alta rotatividade. Existem ainda lanchonetes voltadas ao lazer e entretenimento, além dos tipos de lanchonete já mencionados.

Definido o local e o público alvo, dê atenção especial à instalação, fiações, disposição de balcões e freezers, cadeiras e maquinário em geral, tudo deve estar de forma a facilitar o atendimento e a comodidade do cliente. Deverá ainda contar com banheiros e local para armazenar o estoque.

Equipamentos para montar uma lanchonete

Se informar de quais são os equipamentos necessários para uma lanchonete é de suma importância para quem deseja saber todos os passos de como montar uma lanchonete.

Os equipamentos da lanchonete são uns dos pontos mais importantes do negócio, até porque, sem eles, você não conseguirá preparar os lanches com a qualidade ou oferecer o conforto que seus clientes esperam.

Para montar uma lonchonete de sucesso você precisará de todos estes equipamentos

A escolha dos equipamentos e móveis precisa ser feita com cuidado, observando tanto o fator preço/qualidade, quanto a combinação de cores e harmonia, as quais influenciam diretamente na sensação que o cliente tem ao entrar no estabelecimento, até mesmo na fome e desejo de comprar o lanche.

Vale lembrar, os equipamentos para montar uma lanchonete podem variar de acordo com o produto oferecido, é o caso de uma lanchonete que venda Xis Burger e outra com comida chinesa.

No geral, relacionamos os principais equipamentos:

Estufa;

Balcão Caixa;

Balcão Refrigerado;

Freezer;

Geladeira;

Fogão Industrial;

Chapas para Lanches;

Coifas e Sistema de Exaustão;

Fornos Micro-ondas para aquecer lanches (se necessário);

Fritadeiras Elétricas;

Liquidificadores;

Processadores de Alimentos;

Sanitizadores de Saladas;

Balcões de Atendimento;

Bases para Equipamentos;

Bancadas de Inox;

Expositores;

Mesas e Cadeiras;

Estantes em Inox para Estocar Alimentos;

Pias em Inox;

Vitrine Fria;

Extrator para Sucos;

Outros Móveis e utensílios à sua escolha.

Investimento Inicial e Custo para Montar uma Lanchonete

O investimento e o custo para montar uma lanchonete pode variar significativamente em razão do tamanho escolhido e claro, qualidade dos equipamentos.

Abaixo, mencionamos os custos e investimento para abrir uma lanchonete de pequeno/médio porte, em torno de 70 m².

Investimento inicial para montar uma lanchonete

O investimento inicial para abrir uma lanchonete contempla:

Equipamentos;

Locação 1º mês;

Matéria prima inicial/fornecedores;

Custos com documentação;

Campanha de marketing inicial;

Estima-se que o investimento inicial para montar uma lanchonete seja de aproximadamente R$ 85.000,00. O mais caro são os equipamentos, que devem custar em torno de R$ 65.000,00 reais.

É possível diminuir um pouco esse valor adquirindo equipamentos usados de outras lanchonetes ou restaurantes.

Vale salientar, o custo pode variar muito devido ao tamanho do estabelecimento, quantidade de equipamentos, marcas, etc.

Custos mensais fixos de uma lanchonete

Todo o negócio tem custos mensais e a lanchonete não é diferente. Você terá de pagar funcionários, luz, água, manutenção de equipamentos, contador, tributos, fornecedores, entre outros.

A quantidade de funcionários da lanchonete dependerá da estrutura escolhida de como montar uma lanchonete.

Uma lanchonete de médio porte terá entre 3 a 4 funcionários, mais o proprietário:

1 cozinheira;

1 atendente;

1 caixa (normalmente proprietário);

1 faxineira;

Estima-se que o Custo mensal ao montar uma lanchonete seja entre R$ 8.000,00 e a R$ 12.000,00 reais.

Lembre-se de manter um capital de giro de pelo menos R$ 10.000,00 reais para o seu negócio.

Documentação para montar uma lanchonete

A documentação necessária para montar uma lanchonete é a dúvida mais comum dos empresários, e realmente deve ser, já que sempre quando se trata de um negócio que envolve alimentos é preciso algumas licenças diferenciadas e que costumam dar bastante “dor de cabeça”.

Para montar a lanchonete você vai precisar fazer o registro na Junta Comercial, CNPJ na Receita Federal no portal, autorização da Fazenda Estadual para emitir notas fiscais, inscrição de contribuinte ICMS (imposto de circulação) junto à Fazenda Estadual, enquadramento sindical, elaborar um manual de boas práticas e procedimentos operacionais conforme Resolução 216/2004 da ANVISA e é claro, alvará de funcionamento que irei falar um pouco abaixo.

O alvará de funcionamento para lanchonete merece uma atenção especial, pois se trata de alimentos, e acredite, é comum a vigilância sanitária complicar.

Procure fazer a sua cozinha com o máximo de higiene, utilize inox em tudo que for possível, pois a vigilância sanitária costuma solicitar e até mesmo interditar lanchonetes por causa disso. Prepare-se, infelizmente, é comum exigirem algo que você não tem antes de aprovar o seu alvará de funcionamento, então, faça uma reserva de valores para este imprevisto.

Lembre-se de fazer o pedido para os bombeiros irem fazer a vistoria do seu estabelecimento, sem o laudo de autorização da Corporação você não conseguirá a liberação do seu alvará de funcionamento na Prefeitura.

Também, recebemos frequentemente a pergunta: Eu posso fazer um MEI para a minha lanchonete?

Ao que tudo indica a resposta é sim, nada obsta que ao abrir uma lanchonete você escolha o regime de Micro Empreendedor Individual, o grande problema é que, raramente, uma lanchonete terá 1 único funcionário (exigência do MEI), além de poder ter um faturamento bruto de no máximo R$ 60.000,00 (R$ 5.000,00 mensais), o que também é raro em uma lanchonete.

Por isso, embora não existam proibições de ser um MEI, é pouco provável que consiga.

Fornecedores para montar uma lanchonete

Os fornecedores, em um primeiro momento, não são a sua maior preocupação. Isso porque existem várias opções.

O que deve prevalecer na hora de escolher será o preço, qualidade dos produtos e prazo de entrega. No geral, serão vendedores de frutas, bebidas, pães, etc. Você pode até pesquisar preços e ofertas em supermercados. Lembre se que a qualidade da matéria prima está ligada diretamente à qualidade dos produtos oferecidos na lanchonete.

Um dos problemas de adquirir os produtos para lanchonete em supermercados é a grande oscilação de qualidade dos produtos, você mesmo já deve ter percebido que, em algumas vezes, comprou o mesmo produto no supermercado, contudo, possuíam diferenças de qualidades absurdas.

Isso pode acontecer tanto pela rotatividade de funcionários quanto por utilizar na fabricação produtos mais baratos com o objetivo de aumentar os lucros.

Uma boa dica para escolher fornecedores é:

Selecione 5 a 8 fornecedores dos produtos desejados.

Entre em contato com todos cotando orçamento, formas de pagamento, quantidade, prazo de entrega e demais fatores relevantes.

Selecione os 3 melhores.

Peça o mínimo de preço que conseguir.

Com os orçamentos em mãos, selecione o que mais gostou (não com base em preços, e sim no restante dos diferenciais).

Contate-o e diga: Seu concorrente, fulano, cotou um orçamento a X, você consegue fazer por esse mesmo valor? Se sim, ótimo, você tem seu fornecedor.

No setor de alimentação, trocar de fornecedor é sempre desaconselhável, apenas se a qualidade do produto caiu. Isso porque, caso você encontre outro fornecedor “mais barato” e que, no final, o seu produto (qualidade) saia prejudicado, provavelmente perderá clientes, e a informação de que seus lanches estão ruins circulará a cidade em poucas semanas. Cuidado!

Estoque necessário para lanchonete

Atenção especial: Produtos perecíveis devem ser comprados em quantidade reduzida, ou de acordo com a demanda, já produtos não perecíveis ou congelados poderão ser comprados em maior quantidade se assim preferir, aproveitando as promoções e ofertas exclusivas.

O que e quanto comprar para o estoque vai variar de acordo com a rotina da lanchonete. Vale a pena lembrar que para o sucesso de qualquer negócio o bom senso e administração do empreendedor são fatores decisivos.

Fique atento também para se adequar às normas da vigilância sanitária, não vender bebidas ou cigarro a menores, ou até mesmo possuir produtos vencidos.

Como administrar uma lanchonete

A administração de uma lanchonete não é uma tarefa simples, se você está pensando em montar uma lanchonete, ganhar muito dinheiro, trabalhar pouco e quase não se incomodar, desculpe, está no negócio errado!

Ao abrir uma lanchonete você terá que ter horários que compreendam as necessidades dos seus clientes, isto significa que, pelo menos no início, até montar uma boa clientela, você terá de se adaptar aos clientes e não eles ao seu horário almejado.

Siga estes passos para administrar uma lanchonete

Pessoas inconvenientes e que reclamam de “quase tudo” são comuns, então esteja preparado para ter de lidar com situações difíceis.

Se já não bastasse, é bem comum ter dificuldades com funcionários, é preciso estar sempre atento para corrigir os erros, estabelecer disciplina e cuidar com comportamentos inadequados.

Sugiro uma atenção especial com os funcionários responsáveis pelo atendimento, inclusive utilizando-se de clientes ocultos. Com o passar do tempo, é muito comum que os atendentes passem a atender “de qualquer jeito” os clientes e isso é altamente prejudicial.

Também, procure observar o cozinheiro e, se possível, experimente a comida com frequência, erros na proporção do sala, carnes queimadas e situações semelhantes são comuns e podem espantar os seus clientes.

Tudo isso, somado a uma necessidade de administrar custos e gerir resultados, é o que espera o proprietário de uma lanchonete. Pode dar dinheiro? Sim, mas vai ter de trabalhar duro!

Como manter a lucratividade de uma lanchonete

Já ouvi milhares de empresários, muitos deles faturaram somas incríveis, ultrapassando a casa do milhão, e acredite, um dos maiores problemas é: já tive sucesso, meu negócio gerava lucro, mas hoje despencou tudo, por que? O que eu faço?

Aprender como manter os lucros é tão importante quanto aprender como montar uma lanchonete do zero.

Para manter o lucro da sua lanchonete você deve ficar atendo aos 5 pilares fundamentais de um negócio de sucesso. Observe o que vou ensinar abaixo:

Qualidade do produto

Se coloque como consumidor. Quantas vezes já frequentou um local que era incrível e, simplesmente, passou a ter um péssimo produto e perdeu o cliente? Com certeza já se lembrou de algum.

Talvez um dos erros mais comuns nos empresários é esquecer de “fiscalizar” o produto e, com isso, decair.

Para garantir que seu produto seja SEMPRE ótimo, faça o seguinte:

Experimente: é isso mesmo, se possível, usufrua do seu produto, experimente seu lanche de vez em quando, leve seus familiares ou até mesmo pague para um terceiro comer e lhe falar se está melhor ou pior.

Escute seus clientes: reclamações e críticas melhoram o seu negócio e você deve estar apto a escutá-las. Inclusive, INCENTIVE. Coloque uma urna no seu estabelecimento e deixe nas mesas um papel pedindo: Por favor, fale o que achou do lanche? Isso permitirá que você descubra os erros da cozinha.

Seguindo os dois pontos acima sempre manterá a qualidade do produto e dificilmente perderá clientes. Lembre-se de estar sempre atento no seu negócio, afinal, já dizia o velho ditado:

“O olho do dono que engorda o porco”.

Atendimento

Acho que é unânime: eu não volto em locais com atendimento ruim.

Atendimento consiste em 3 fatores:

Tempo: qual é o prazo que seus clientes precisam ficar esperando até um atendente chegar? Só porque a sua lanchonete está com muitos clientes não significa que precisa demorar para atender, contrate mais atendentes!

Educação e bom humor: seus atendentes precisam ser educados e tratar bem os clientes. Os problemas devem ser deixados em casa. E claro, saber ouvir as críticas. Os atendentes são “o rosto” do negócio, eles que terão contato com os clientes, então é comum as críticas serem direcionadas aos atendentes.

Discrição: os clientes querem conversar em particular, comer em paz e com certeza não querem um atendente “falando à toa”. Sem essa de atendente melhor amigo de cliente.

 Com isso certamente terá um bom atendimento ao cliente da sua lanchonete.

Fidelização

Fidelizar significa fazer com que o cliente volte sempre. Quando o consumidor pensar, quero um lanche, a sua lanchonete seja a primeira opção escolhida.

Como fazer isso?

Se você seguir todas as nossas dicas do conteúdo, certamente fidelizará o seu cliente, mas é possível um “ponto extra” com um programa de fidelidade.

O programa de fidelidade serve como um extra na dúvida de qual estabelecimento escolher. Por exemplo, a cada 3 lanches ganha um desconto de 30% no próximo.

Ao ficar em dúvida entre 2 estabelecimentos, o cliente pode pensar: eu estou quase com desconto de 30%, vou nesse.

Essa é apenas uma forma de fidelizar o cliente, o próprio atendimento também é altamente eficaz.

Inovação

Outro erro frequente de lanchonetes, parar no tempo e acreditar que os clientes sempre se darão por satisfeito com o oferecido.

Já se perguntou o porquê de novos negócios geralmente estrearem com sucesso e atrair multidões? Pela campanha de marketing? Acho que não hein.

A resposta é: novidade.

As pessoas buscam novidade em tudo, é o último aparelho celular, a nova casa noturna e assim, também é com lanchonete: os novos produtos? Novos entretenimentos?

Faça pesquisas com seu público alvo e descubra quais as novidades eles gostariam de encontrar na lanchonete. Também, procure inovar no cardápio.

Uma boa dica é criar uma meta: De X em X meses será acrescentado Y novos lanches no cardápio.

Assim os clientes frequentes da lanchonete dificilmente enjoarão da comida e permanecerão frequentando.

Publicidade

As campanhas de marketing de uma lanchonete, seja anúncios em Facebook, panfletagem, rádio, ou qualquer outra, precisam ser mantidas, mesmo depois do sucesso.

Já ouviu aquela frase: “Clientes nunca são demais”?

É isso mesmo, você deve manter as suas campanhas de marketing para conseguir cada vez mais clientes, até porque, mesmo que sua lanchonete seja a melhor, você perderá clientes, eles podem mudar de cidade, enjoar de lanches ou até mesmo parar de sair para economizar, e por isso substituí-los será obrigatório.

Mantenha as suas campanhas de publicidade, mesmo que de forma menos intensa.

Diferenciais competitivos

Diferenciais competitivos são todos aqueles “extras” ou pontos fortes que a sua lanchonete possui e os concorrentes não.

Por exemplo, um produto exclusivo, atendimento diferenciado, melhor marketing da lanchonete, enfim, tudo aquilo que diferencie seu negócio o colocando à frente da concorrência é um diferencial competitivo.

O diferencial competitivo também fará com que o seu preço não seja motivo determinante para escolher ou não o seu lanche, ou seja, o cliente está disposto a pagar mais pelo seu produto porque tem um diferencial competitivo que os outros não tem.

Busque criar novos diferenciais competitivos sempre, mas não deixe de cuidar os que já tem.

    1 Comment

  1. Achamos muito interessante este post.

Postar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *