Ganhe Dinheiro Revendendo Roupas

Ganhe Dinheiro Revendendo Roupas

Ganhe Dinheiro Revendendo Roupas

image001

O primeiro  passo para quem deseja abrir um negócio é conhecer o mercado e o seu público-alvo. Com roupas não é diferente. Se você escolheu esse ramo é porque gosta de moda, o que é muito bom, mas só paixão não vai garantir o sucesso do seu trabalho.

Para vender roupas você precisa conhecer bem o seu público, o mercado e a concorrência. Além disso, é importante planejar bem o investimento inicial e conhecer os produtos que irá oferecer aos seus clientes. Alguma noção das tendências de moda pode ser um diferencial.

Se você entende e tem talento para vender roupas, invista nesse promissor mercado, que oferece diferentes opções de atuação, como você verá a seguir.

Venda virtual

image002

Vender roupas na internet é uma das opções de venda mais modernas e atuais no mercado. A vantagem é que o investimento é baixo e o alcance é amplo. Além disso, permite maior conhecimento do público que se pretende atingir, fazendo com que oferte produtos mais atrativos para o segmento, provocando assim, o estreitamento de laços.

Você pode optar por criar um site de vendas específico para a sua marca, o que vai requerer mais dedicação, já que toda a responsabilidade de criação da plataforma e divulgação dos produtos bem como entrega dos produtos será sua.

Market place

 

image003

Uma maneira de otimizar as vendas na internet de forma simplificada e econômica é através do chamado market place, ou seja, as lojas virtuais destinadas à venda de bens e serviços, que elimina os intermediários entre cliente e fornecedor no processo de venda.

O market place funciona mais ou menos como um centro comercial em que vários lojistas de diferentes segmentos dividem um mesmo espaço, tal qual acontece na Feira Shop, que possui ampla estrutura gerencial, atuando para garantir a qualidade no atendimento de lojistas e clientes.

Ao entrar nesse tipo de parceria, a pequena empresa pode comercializar sua produção diretamente com o consumidor e pagar uma comissão para o operador, que tem a responsabilidade de pensar em soluções para problemas que possam atrapalhar as vendas bem como identificar ações em potencial para a divulgação e melhor desempenho de cada marca.

Essa é a melhor opção para as marcas pouco conhecidas no mercado, que deverão se responsabilizar pelo armazenamento e entrega dos produtos. A transação comercial é feita pelo operador, que repassa a quantia combinada para o comerciante.

Loja física

image004

Esse é o modelo mais tradicional de venda de roupas, no entanto, é também o mais arriscado e o mais caro.

Se você for um pequeno comerciante e está vendendo roupas que não têm marca famosa, é preciso pesar bastante os prós e contras desse negócio. Além do investimento inicial nos produtos ser mais alto — porque você vai precisar ter um estoque maior e mais variado para atender a demanda, que tende a ser maior — há ainda os gastos com aluguel, condomínio, IPTU, luz, água, telefone.

Isso sem contar com a estrutura da loja: balcões, araras, cortinas, a divulgação e a contratação de funcionários, que precisam atender os clientes de forma simpática e eficiente.

Centro comercial

image005

Os centros comerciais como a Feira Shop são uma excelente opção para quem não abre mão do espaço físico para a venda de seus produtos de moda. Esses espaços contam com uma administração especializada no setor de vendas, devidamente capacitada para orientar o seu negócio.

O investimento é menor porque você não vai precisar pensar nas ações de publicidade do espaço e tem a vantagem de ser um ponto já conhecido e movimentado. Por reunir um conjunto de lojas de produtos variados, os centros comerciais atraem um grande número de consumidores, o que é bastante interessante para os iniciantes.

 

 

Postar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *